Você provavelmente se deparou com um arquivo com a extensão .yaml ou .yml, e está se perguntando o que é esse tipo de arquivo. YAML é um acrônimo recursivo em ingles e significa Ain’t Markup Language (Não é uma linguagem de marcação). Segundo o website oficial: YAML é uma serialização de dados amigável para humanos e padrão para todas as linguagens de programação.

Juntando com algumas outras definições que podemos encontrar na internet, podemos concluir que o YAML é um padrão de dados hierárquicos e legível por humanos que pode ser usado em conjunto com todas as linguagens de programação, e usualmente é utilizado para armazenar arquivos de configuração.

YAML foi proposto por Clark Evans em 2001 e no início de seu desenvolvimento significava “Yet Another Markup Language” (“Mais outra linguagem de marcação”), isso para distinguir seu propósito centrado em dados e não de documentos marcados. Isso significa que o YAML não propõe marcações e tags, apenas formatações e identificadores mínimos, focando realmente nos dados. Não se preocupe se você ainda não entendeu, ficará mais fácil de entender o que isso significa quando compararmos com algumas linguagens de marcação conhecidas.

Exemplo de um arquivo YAML

nome: Henrique Marques Fernandes #Texto
idade: 28 #Número
intereses: #Matriz
  - javascript
  - docker
  - flutter
endereco: #Objeto
  pais: Brasil
  estado: São Paulo

Como podemos ver, não existem tags predefinidas, as próprias propriedades delimitam os dados, diferentemente do XML que possuí tags explicitas, o YAML se baseia na indentação e marcações mínimas para definir as informações.

Pontos Principais

  • YAML é uma linguagem orientada a dados que possui recursos derivados de Perl, C, HTML e outras linguagens.
  • O YAML é um superconjunto derivado do JSON que vem com várias vantagens internas, como comentários, auto-referência e suporte para tipos de dados complexos.
  • Vários pacotes de software implementaram o YAML para criar poderosas ferramentas de gerenciamento de configuração.
  • Infraestrutura de alto desempenho

Você pode ver mais informações técnicas sobre o YAML em seu site oficial ou no site de referência da Ansible – RedHat, ambos em inglês.

5 1 voto
Nota do Artigo
Author

Um nerd nada tradicional… Desenvolvedor web full-stack, escritor amador e inventor nas horas vagas. Apaixonado por tecnologia e entusiasmado por projetos de código aberto!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x